SÃO VICENTE - CABO VERDE C.P. 285
Quinta-feira, 03 DE Junho 2010

Futebol:

Encontre aqui as melhores dicas de suplementos e aprenda a melhorar seu rendimento físico durante uma partida de futebol

Uma partida de futebol exige que o atleta se movimente o tempo todo dentro do campo. O futebol é um esporte colectivo e é importante que o jogador tenha um bom preparo para poder colaborar o tempo todo com a equipa.

O futebol exige uma boa arrancada, boa impulsão, velocidade, força física e resistência muscular. Mas para isso, é preciso ter uma boa alimentação e complementar os treinos com exercícios cardiovasculares de longa duração e exercícios de musculação para obter força e potência muscular. Além disso, é necessária uma boa flexibilidade e articulações saudáveis. Jogar bem, atingir um bom nível de competitividade e obter sucesso não é fácil. É preciso muito trabalho duro.

Você pode conseguir uma excelente performance aplicando essas medidas de condicionamento físico em conjunto com uma boa alimentação e suplementação. A alimentação e condicionamento físico são bastante enfatizados em um programa de treinamento de futebol, enquanto a parte de suplementação é deixada de lado, apesar de ser bastante importante para complementar a alimentação e melhorar o desempenho físico e atlético.

Uma suplementação específica para o futebol pode ser a diferença entre o sucesso e o fracasso, por essa razão não deve ser deixada de lado. Os suplementos indicados a seguir cumprem as necessidades específicas para um jogador de futebol.

- Suplementação para auxiliar no futebol:

Sports drinks: São considerados os suplementos mais ricos em carboidratos. Os carboidratos são o combustível mais eficiente para o corpo em desportos de longa duração e extremamente disputados como o futebol, pois são armazenados como glicose no fígado e nos músculos, e requerem menos oxigénio para serem queimados do que proteínas ou gorduras. Os jogadores que ingerem bebidas contendo carboidratos mantêm intensidade maior de exercício durante o jogo. O carboidrato deve ser ingerido antes que ocorra a fadiga muscular, para assegurar que esteja disponível quando os níveis de glicogênio muscular estiverem baixos. Além de fornecer a quantidade de carboidratos que os jogadores e/ou praticantes de futebol necessitam, os sports drinks irão deixar o corpo hidratado durante a partida. O que é de extrema importância, porque durante uma partida de futebol perde-se muito líquido.

Maltodextrina: Ideal para o jogador de futebol, pois contém polímeros de glicose, compostos de açúcar unidos que são mais fáceis para o corpo assimilar e usar. Esses polímeros são metabolizados de forma lenta e constante, o que ajuda a sustentar os níveis de energia ao longo de toda a partida de futebol, que é um esporte que necessita que o praticante tenha bastante resistência.

Whey protein: É a fonte ideal de proteínas para o atleta de futebol, pois é absorvida rapidamente pelo organismo e pode ser usada como fonte de energia para o pré-jogo, durante o jogo e para o pós-jogo. Whey protein impede a ação de hormônios que destroem músculos e pode ajudar no crescimento dos tecidos musculares. O aumento de massa muscular ajudará na sua função muscular e melhorará sua performance atlética. O whey protein vai fornecer energia para músculos cansados e danificados e ajudará na sua recuperação pós-jogo. O whey protein isolado é o mais indicado para a recuperação pós-jogo.

Whey protein isolado: Proteínas são essenciais para a regeneração dos músculos e dos tecidos dos jogadores de futebol, pois durante a partida o desgaste dos músculos é muito grande. O whey protein isolado tem justamente a função de ser ingerido após os exercícios físicos. É nessa hora crítica, depois de um estresse físico intenso, que as células ficam como esponjas para absorver os nutrientes. O apetite das células nesse momento e as propriedades da rápida bio-disponibilidade do whey protein isolado (WPI) fazem com que a recuperação e os ganhos musculares sejam completos.

Multivitamínicos: Futebol é um jogo de resistência. Os jogadores usam vitaminas e minerais em um nível alto, pois eles estão constantemente em movimento. Durante uma partida é necessário ter energia e concentração para dominar a competição. Quando acaba o jogo, você precisa das vitaminas e minerais para a recuperação. Os multivitamínicos devem conter uma grande quantidade de vitaminas solúveis em água. Colina, ácido fólico, zinco, inositol são elementos muito importantes também para ajudar seu corpo a regular a quantidade de açúcar no sangue e os níveis de energia durante a partida.

Glutamina: Ajuda a manter o sistema imunológico fortalecido. Com essas características, a glutamina ajuda na recuperação pós-jogo. A glutamina ajuda também no crescimento muscular, aumentando o nível de resistência, consequentemente influenciando positivamente no seu desempenho.

BCAA: Os aminoácidos são fontes fundamentais de proteínas para os jogadores de futebol, pois essas são essenciais para o crescimento muscular. Um jogo de constante correria pode resultar na perda de tecidos musculares, por causa da demanda de energia. Dessa forma, os aminoácidos da cadeia ramificada ajudam a inibir a perda de tecido muscular. Os aminoácidos da cadeia ramificada são usados para fornecer energia para os músculos que são mais exigidos durante a partida e melhorar sua resistência. Ao manter o seu sistema imunológico fortalecido, o BCAA ajuda na recuperação depois de um jogo muito disputado. Por esses motivos, você deve usar BCAA para o pré-jogo e para o pós-jogo.

Packs: São ricos em nutrientes para complementar a dieta e aumentar o ganho de massa muscular, energia, força e performance. É indicado para os jogadores de futebol porque eleva a quantidade de nutrientes que vão para o tecido muscular, aumentando a performance durante o jogo e acelerando a velocidade de recuperação.

- Benefícios do futebol:

  • Fortalece as musculaturas das pernas e do tronco.
  • Aumenta a massa muscular das pernas e o tecido ósseo dos membros inferiores.
  • Aumenta os batimentos cardíacos e, consequentemente, a capacidade física.
  • Melhora o nível de VO2 (quantidade máxima de oxigénio que seu sistema cardiovascular pode transportar para seus músculos e que eles podem então usar para produzir energia), por ser uma actividade aeróbica potente.
  • Pode ser praticado em diversos pisos: grama, grama sintética, areia e futsal.
  • Gasto calórico de 450 a 600 Kcal/hora.
  • Estimula a circulação sanguínea.
  • Melhora a flexibilidade, a coordenação, a mobilidade articular, o reflexo, a agilidade e a concentração.
  • Elimina o estresse e a ansiedade.
  • Reduz o risco de várias doenças como as cardíacas, diabetes, pressão alta, etc.
  • Favorece o trabalho de vários sistemas do corpo como o digestivo, o imunológico, o nervoso, o muscular, o esquelético, o endócrino e o respiratório, activando as suas funções.
  • Fica propenso a lesões nas articulações dos membros inferiores, principalmente joelho e tornozelo. Podem ocorrer lesões também nas coxas e panturrilhas.
  • Caso a pessoa não tenha um condicionamento físico de base, treinamento da musculatura esquelética e exercícios aeróbicos, a protecção às articulações fica reduzida, assim como o condicionamento físico.
  • Os praticantes de futebol que não têm o hábito de fazer abdominais com frequência estão sujeitos a problemas na coluna.
  • Para que o praticante de futebol faça uma boa partida, ele deve ingerir bastante carboidrato. Algumas sugestões de alimentos ricos desse nutriente e que têm fácil digestão são: frutas, suco de frutas, macarrão, biscoitos e pães.
  • Deve ser ingerida bastante água antes e durante as partidas, para repor a perda de líquido e evitar desidratação.
  • Logo após o treino (ou a partida), os estoques de carboidratos devem ser repostos, para que o glicogénio - energia que se deposita nos músculos - seja recuperado. Os minerais e as vitaminas também precisam ser consumidos. Para isso, frutas e suco de frutas são óptimas opções.
  • Panturrilhas.
  • Coxas .
  • Glúteos.
  • Costas.
  • Abdómen.
  • O futebol é caracterizado por variações de intensidade durante o jogo. Os sprints (piques) curtos são intercalados com períodos de jogging (corrida lenta), caminhadas, corridas de passos moderados e ficar parado. Cabe a cada jogador saber administrar sua capacidade física e saber cadenciar o jogo na hora certa.
  • É essencial que o jogador antes de uma partida alongue bastante e, além disso, faça um aquecimento. Bata uma bola ou dê uma corridinha. O importante é o jogador não entrar frio na partida.
  • Complemente o futebol com musculação para adquirir mais força, potência e resistência muscular.
  • É importante fazer aulas de flexibilidade, para ampliar a mobilidade articular.
  • Caneleira: essencial para proteger as canelas dos jogadores, que ficam muito expostas. Afinal, o futebol é um desporto disputado com a bola no chão.
  • Botas: é importante saber escolher o tipo ideal de acordo com as condições do gramado. As botas de trava de borracha são para gramados em condições normais. Já as botas de trava de alumínio são para gramados molhados, escorregadios.
  • Meias grandes: os jogadores devem usá-los até o joelho para segurar a caneleira

- Riscos/cuidados do futebol:

- Principais agrupamentos musculares trabalhados no futebol:

- Dicas para um melhor rendimento físico no futebol:

- Materiais/vestimenta/equipamentos para o futebol:

 

publicado por escolafuteboljaimepacheco às 13:56
Junho 2010
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
mais sobre mim
blogs SAPO
últ. comentários
Isso é que é ter garras e ter sucesso.continuação ...
pesquisar neste blog
 
links
as minhas fotos
últ. comentários
Isso é que é ter garras e ter sucesso.continuação ...
Posts mais comentados
1 comentário
blogs SAPO